4 de julho de 2012

Porque todo mundo paga um mico sinistro quando bebe

Pois é, hoje vim contar mais um caso trágico da minha vidinha. hihi
Alguém aqui já ficou bêbado(a)?
Enfim, agora eu parei, mas a última vez que eu enchi a cara, foi simplesmente contrangedor.
Eu, novinha, sedução, pulei a janela do meu quarto e fui pra uma festa bem louca.

Porque eu sou vida loka õ/

Então, fiz aquele make, usei aquela roupa foda que tenho no cabide, pulei a janela com as minhas botas e fui. Detalhe na garrafa de whisky que eu tinha guardada dentro da bolsa. 
Fui andando até lá, o que não é muito e quando cheguei, comecei a entornar. Virava o tempo inteiro goles enormes. Aquela coisa queimava a minha garganta. Eu nem conseguia respirar e aquele povo tava muito doido, sério. A festa chega estava embaçada, de tanta fumaça.

É bem provável que quem respirasse fundo ali, ficasse muito louco, só pela fumaça. Nem precisava de dorguinhas ><

Juntou um pessoal, tinha cada doido dançando. Aí, enfim, acho que a bebida começou a surtir efeito, o álcool seguiu pra minha corrente sanguínea, e ligou aquele botãozinho que eu tenho, intitulado "fogo". Não sei quando, onde e nem como, mas comecei a entrar na bagunça. 

Foda-se todo mundo, eu quero é me divertir.

Tinha uma banda de rock lá, e o vocalista chegou e começamos a dividir a bebida. Ou o que restou dela, já que eu sozinha, havia praticamente bebido um litro de whisky, proporcionando e aumentando cada vez mais as chances que eu tinha de ter uma cirrose aos 16 anos (eu tinha essa idade na época).
Aquele cara desejava o meu corpo nu. E mesmo que eu tivesse vendo pôneis verdes e saltitantes, eu não estava nem um pouco afim de ter a língua daquele cara na minha boca. Muito menos as mãos dele me apertando. Corri dali. Literalmente. Assim que percebi que ele estava "confiante" demais.

Porque eu sei que seduzi ele com o meu charme e bafo de bêbada.

Já longe das criaturas monstruosas, terminei o que tinha na garrafa, ou praticamente. Meu "amigo" me ajudou. 

Nos juntamos e pá. Fomos felizes. 

Até que aquela praga sumiu e me deixou, além de o mais bêbada que eu já havia ficado, sozinha. Então, eis que a merda começa a acontecer. Eu, que estava de meia arrastão e short, caí que nem bosta no chão, rasgando minha linda meiazinha e ralando o joelho.
Até que eu ouço uma voz BEM familiar "Fulana, fulana, você tá bem?"

Na hora pensei, "ah, foda-se essa merda, to aproveitando"

Então eu olho para quem me chamou e vejo meu lindo e querido EX. Me olhando como se eu fosse retardada, o que eu admito que deveria estar parecendo na hora. Ele me levou para um lugar calmo e começou a cuidar de mim. Na minha mente só se passava algo do tipo: 

Vem cá me beijar loucamente, seu pateta. :9

But, eu quietei a bacurinha e fiquei na minha. Ele provavelmente deveria estar me achando uma doida, o que eu até sou um pouco e com toda a certeza, estava parecendo mais do que tudo, naquele momento e situação. Mas eu estava até tranquila, pelo menos até o momento que ele diz:

"Vou te pagar um taxi e ligar para os seus pais."

Foi aí que a porra ficou séria. Como assim, ligar para os meus pais? Acordá-los do sono lindo deles para avisar que sua filha tinha fugido de casa e estava bêbada. Para piorar eu ainda mexo no meu bolso e percebo que perdi as chaves do portão. 

OMG, fudeeeeeeeu. To morta x.x

Não sei como, mas consegui fugir dele e ouço um outro amigo meu rindo e falando "Não deu para chegar ao banheiro?" Eu viro e olho para a minha bunda.....
Véeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei, meu short estava todo molhado. Sim, eu havia me mijado, eu acho, sei lá. Mas era o que parecia.  Meias rasgadas, botas e jaqueta sujas de lama, short molhado, maquiagem borrada. Imaginem só que coisa.

Ainda bem que me restou a beleza interior.

Fui andando para casa, quase caindo, com o dia amanhecendo e uma puta dor de cabeça. Cheguei em casa, já pronta para uma bronca, afinal, sem as chaves, teria que gritar para abrirem o portão e o meu plano perfeito de fugir pra ir pro rock coisa que eu fazia direto, iria por água abaixo. Mas dei uma sorte do caramba, porque sim, eu havia perdido as chaves, mas sonsa como sou, esqueci o portão destrancado. hihi

Eu estava mais ou menos assim indo para casa.

Pulei novamente a janela, tirei as roupas e joguei tudo dentro do guarda-roupa e caí na cama. Apaguei quase que instantâneamente. No outro dia, ou melhor, algumas horinhas mais tarde, acordei desejando morrer, o que era meio óbvio. Nem vou falar sobre os comentários que escutei depois e a zuação, que durou até o rock da semana seguinte, quando outro bêbado roubou a cena.

Minha reação ao deitar na cama, quando cheguei.

Nossa, sei que ficou enooooooooooooooooooooooorme, mas achei que seria legal contar essa história pra vocês. Tem gente que não acredita, mas aqui só tem fatos constrangedoramente reais da minha vidinha hihi'



12 comentários:

Klara Rodrigues disse...

Omg pulou pela janela ? KKKKKKKK'
Ri muuito com o post, parabéns :3
Beijos ♥

plush-girl.blogspot.com.br

Bia Perotti ∞ disse...

OMG *o* que história heim! (e que KING KONG 'o') kkkk'
Amoo ler suas histórias kkkk'
Obrigada poor votar no meu blog viu?! Quando precisar só falar u.u

Beijoos ;*

http://besteirolls.blogspot.com.br/

Lola disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKS, sempre me lasco de rir com suas aventuras, Runaway <3
Aceitei vc já *---*
OMG, eu saberei mesmo quem ser a Little Runaway? OMG! *O*
Estou me sentindo a Mary Jane quando descobre que o Peter é o Homem Aranha *---*

Cibele disse...

é verdade, na primeira vez que eu li pensei: putz, essa garota só pode tá criando isso, né possivel! mas depois de tantas visitas, eu acredito. kkkkkkkkkkkkkk Sério, nem a mente mais loka criaria coisas assim, kkkkkkkkkkkk Tenho certeza, são fatos verídicos, kkkkkkkkkkk e divertidíssimos, não sei se é seu modo de dizer ou se é porque a gente sempre ri das desgraças alheias,kkkkkkkkkk mas eu adoro seus posts.
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Cibele disse...

Menina, estou tendo dificuldades para comentar aqui...desde o dia do post que eu tento e só consegui hoje. E só consegui comentar no Nome/URL. Com conta do google eu não consigo, mesmo estando logada no meu blog..doidera né?

ps: pode apagar esse comentário, foi só pra avisar.

Daniela Carvalho disse...

Meninaa eu me amarro nas suas histórias quando chego aqui no seu blog largo tudo q estou fazendo pra ler com atenção e realmente isso acontece com agente o legal é q vc conseguiu ir pra casa... já eu fui acordar no outro dia numa cama esquisita..kkkk claro minha amiga me juntou do chão me trancou no quarto dela... disse q eu estava caindo ingual jaca madura também... resultado dor na bunda por umas semanas..kkkkkk

bjos

Simplesmente Danny

. gaabii oliveira disse...

KKK' eu ri litros dessa história elegantemente constrangedora. ;p

beijos ;*
http://senhoritainsana.net.tc

Nicolas disse...

Nossa, que história haha
Eu já enchi a cara também, mas nunca a ponto de cair no chão e essas coisas. Tenho uma reputação de psicopata a zelar. Mas eu tomaria cuidado se fosse você. Quer dizer, se eu estivesse andando numa festa e de repente visse uma garota de short curto e bêbada jogada no chão, eu não seria responsável por meus atos. rs
Brincadeira. Ou não.

obs: Um monte de gente também não acredita no que eu escrevo. Deve ser o preço de manter o blog "anônimo" (ou pseudo-anônimo, no meu caso)

garota weirdo disse...

Eu nunca paguei mico desse jeito, o mais terrível que já me aconteceu foi eu ter bebido tanto com um ex colega da escola que eu tava me jogando pra ele, e praticamente no colo dele e ele querendo ficar comigo, de tão bebaço que ela tava, ai eu pulei fora e inventei de dançar com a minha amiga e a gente levou o maior tombão e todo mundo ficou rindo. Fim. Não tenho histórias mais constrangedoras que essa, e de longe a sua supera e ainda dá uma puta sorte de ter deixado o portão aberto. Que divertido man, ou nem tanto.

xoxo, Lullie.
http://garotaweirdo.blogspot.com

Lola disse...

Atualizei, minha dlç!
Look novo *-*

Penny disse...

Hey, flor!

HAUHUAHHAUAH, rachei. Eu imagino o desespero quando você sacou que tinha perdido as chaves. :x
Nunca passei por uma dessa. Apesar de ser constrangedor quando acontece, serve pra rir muito depois. hauhaha
Beijo!

http://penny-lane-blog.blogspot.com.br/

Geisiane Caroline disse...

ADOREEI a história <33

http://alittlemorethangloss.blogspot.com.br/

bjs !!